Banner_10-5-16

02
fev

Educação Infantil é a fase que envolve crianças de 0 a 6 anos de idade, considerada a primeira etapa da Educação Básica. Seu objetivo é o desenvolvimento integral das crianças, ou seja, não apenas o cognitivo, mas também o físico e o socioemocional.

Esta fase está dividida em dois segmentos: creche (crianças de 0 a 3 anos) e pré-escola (crianças de 4 a 5 anos e 11 meses).

A primeira infância é um período crucial na vida das crianças, é nesta fase que elas adquirem capacidades fundamentais para o desenvolvimento de habilidades que irão impactar na sua vida adulta, por isso, cuidar da Educação Infantil é cuidar do futuro das nossas crianças.

A Educação Infantil é a primeira porta de acesso da criança à sociedade, onde ela tem a oportunidade de construir suas hipóteses e aprendizagens sobre o mundo.

Entre os muitos benefícios que uma educação infantil de qualidade traz para o desenvolvimento do ser humano estão:

  • Ganhos nas capacidades de compreensão

  • Melhora nos níveis de aprendizado no médio prazo

  • Melhora na escolaridade e renda no longo prazo

A lei brasileira determina que as crianças sejam matriculadas na escola quando completam 4 anos, e define que estados e municípios devem garantir vagas na rede pública de ensino para essas crianças. Para que possam ocorrer impactos positivos e duradouros, no entanto, não basta garantir vaga, é preciso que seja oferecida educação de qualidade.

Venha estudar na Educaline, os melhores cursos de Educação de Capacitação e Aperfeiçoamento para você professor e aluno. Os melhores cursos para professores que servem para elevação funcional e baseados na Lei Federal do Mec.

10
mai

O Ministério da Educação aprimora o processo de avaliação do ensino com a criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Sinaeb). A iniciativa permite aos gestores de educação locais ir além da análise da aprendizagem dos alunos.

O novo sistema amplia os indicadores educacionais e possibilita às escolas melhorar a gestão, diminuir as desigualdade no ensino e investir na formação docente. A portaria que cria o Sinaeb foi assinada, nesta quinta-feira (5), pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

“Até então, a avaliação da educação era só aprendizagem e fluxo [aprovação e abandono escolar]; agora, vai incluir governança, incorporar os indicadores internacionais e formação docente”, adiantou Mercadante.

Na prática, o Sinaeb corrige as desigualdades na avaliação educacional. O sistema inclui a análise da universalização do atendimento escolar, a valorização dos profissionais da educação e a gestão democrática, além de indicar caminhos de superação das dificuldades educacionais.

A Educaline que apresenta excelência em ensino de educação com os melhores cursos online de Educação para professores do Brasil, sempre trabalha em prol do benefício dos alunos.

Veja toda a nossa relação completa de cursos no link abaixo:

https://www.educaline.com.br/Cursos

30
abr

Quais são as principais qualidades que definem um bom professor? De acordo com um estudo produzido pelo grupo editorial britânico Pearson, as competências socioemocionais contam mais do que o domínio de conteúdos ou as habilidades de ensino. Após ouvir familiares, alunos, educadores, administradores, pesquisadores e representantes políticos brasileiros, a pesquisa identificou que no topo da lista aparecem características como relacionamento, profissionalismo, paciência e dedicação.

Realizado entre março e novembro de 2015, o relatório Global Survey of Teacher Effectiveness (Pesquisa Global de Eficácia do Professor, em livre tradução) fez um levantamento em 23 países para identificar quais são as características-chave de um bom professor. No Brasil, que teve resultados semelhantes ao de outros países em desenvolvimento, como México, Índia e África do Sul, foram entrevistadas mais de 500 pessoas nas capitais Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Para os estudantes brasileiros, a paciência é a principal qualidade de um bom professor (13%). Em seguida, aparecem as características voltadas para o relacionamento (12,8%), o profissionalismo (11,4%) e as habilidades de ensino (7,3%). Já para os líderes escolares, as habilidades de ensino aparecem na primeira posição (11,4%).

Os pais também apresentam uma percepção muito parecida com a dos estudantes, destacando qualidades como profissionalismo (14,2%), relacionamento (13,2%) e paciência (11,8%). Na mesma direção, os professores ainda destacam a dedicação (9,8%) como uma característica-chave, além das outras já apontadas pelos pais e alunos.

Em diferentes posições, algumas características se repetem entre as quatro mais citadas pelos diferentes entrevistados. No entanto, os pesquisadores e representantes políticos ainda destacam outra qualidade, que está relacionada ao gerenciamento da sala de aula (8,4%). Essa habilidade aparece na quarta posição, atrás apenas de relacionamento (12,2%), paciência (12,2%) e dedicação (10,7%), respectivamente.

A partir do levantamento, o estudo traz algumas reflexões para a realidade educacional brasileira, como a necessidade de desenvolver a inteligência socioemocional dos professores para apoiar a construção de relações de confiança. E quando o assunto é formação de professores, os resultados também demonstram que os educadores devem ser treinados para desenvolver liderança e colaboração.

Por este motivo a Educaline apresenta os Melhores cursos de Educação para professores do Brasil valorizando a excelência do ensino.

© EDUCALINE BRASIL | Todos os direitos reservados | Powered by TOTALIZE INTERNET STUDIO